quinta-feira, 15 de abril de 2010

Casa da Manicura - Agora no Twitter

Bom, quem me conhece pessoalmente, via twitter ou blog, sabe que eu sou completamente apaixonada por esmaltes. Basta dar uma olhada nos últimos posts e vocês verão. :P
Pois bem, eu conheço várias lojas em Madureira, da mais chique a mais creuza, que vendem esmaltes, mas nenhuma conquistou meu coração como a Pink - Casa da Manicura, lá no segundo andar do mercadão de madureira. Antes que pensem que eu estou sendo paga por eles, não, não estou, não ganhei nem desconto, mas é porque lá os atendentes são super simpáticos(juro que na próxima vez que eu for, vou perguntar o nome do meu amiguinho de lá), tem várias marcas, e o preço geralmente é bom. As vezes tem uma ou outra coisa cara, hahahaha. Não só de esmaltes vive a loja, tem cremes esfoliantes, amolecedores de cutícula (inclusive comprei dois e estou testando), entre outros materiais para fazer as unhas.
Ah, também tem pincéis e make por lá, mas nem dou muita atenção quando vejo aquele monte de vidrinhos coloridos! Hahahahaha. Pra ter uma ideia, tem BU, 5cinco, Ludurana, La Poggee, Dote, Realce, Jubby, Hits, além de Risqué, Impala e Colorama.
Estive lá hoje e eles me contaram que estão no twitter, e obviamente já corri para adicioná-los. Já joguei a letra dos sorteios, hahahahaha.
Fica a dica para quem curte esmaltes: @manicura.

Beijinhos!

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Sexta, o Tédio e Mais algumas coisas da semana

Ok, hoje é sexta-feira e eu estou blogando. Deveria estar na rua, com meus amigos, mas minha querida garganta não quis colaborar e resolveu que ia ficar ruim ontem e hoje. Resultado? Valzinha sem sair e sem dançar e sem ver ex-BBB.
Então, resolvi postar. Durante a semana, mil coisas aconteceram e resolvi fazer mais uma coluna "nada a ver" - gente, coluna é algo tão jornalístico, hahaha - falando sobre algumas coisinhas que atravessaram meus pensamentos.
Tudo começou obviamente, com a chuva infernal que tivemos aqui no Rio de Janeiro. Eu sei que no catecismo falam do fogo dos infernos, que inferno é quente, tem caldeirão...Mas eu discordo. Inferno é molhado. Tenho certeza. Chove o tempo todo, alaga tudo, deixa lama, destruição por onde passa. E mais, Poseidon é só um nome bonito pro capeta, ok? Reparou que ele também usa tridente?

Depois de tanta chuva, tanta desgraça, gente morrendo, cachorrinhos e gatinhos morrendo afogados e todo mundo desejando virar sereia, vem a notíca fantástica! Sério, mudou minha vida e tipo, fiquei super feliz! (Infelizmente o texto não capta meu tom irônico que permeia minhas humildes palavras): A Sack's vai vender Chanel!!! Inclusive o Particuliére! Ahhhhh!. Ok. Vamos falar sério? Chanel para todas? Onde? Tudo super caro, elitista mesmo, só porque vai vender numa loja que te cobra o rim, o fígado e o coração, mas é legal e pega cada um em "suaves" parcelas? Não. Me poupem. Não vale o burburinho. Chanel tem coisas lindas, ok, não vou negar. Mas acessível porque vende na Sack's? Não é. E sei que vou ver muita gente por aí exibindo orgulhosamente seu blush ou seu quarteto de sombras, ou ainda o esmalte feio cor de nada que é o particuliére(gosto meu, ok?), mas o rombo no orçamente e fatura do visa toda estourada não né? Mas questão pessoal de cada um. Só não entendo o alvoroço de muita gente. Chanel não é item necessário, é luxo e luxo, é só para quem pode. Eu não posso, então me sacodo. *sacudindo o corpo*
Outra coisa que vi nos blogs e no twitter, porém essa eu concordo. Um crítica interessante aos moldes da revista Capricho, feito no De Chanel na Laje. Molde esse que vemos nas revistas para mulheres adultas. Eu já fui assinante da Marie Claire e até gostava, mas hoje em dia, não vejo nada na revista que eu já não tenha lido em algum outro lugar. Uma das coisas que concordo no texto é sobre a mania de ir perguntar a opinião masculina sobre questões definitivamente femininas. Ok, eu acredito que mulher se arruma pras outras mulheres, e que sim, gostamos de competir umas entre as outras. Algumas mais discretamente, outras mais abertamente, mas adoramos ser o centro das atenções com algo que só nós, mulheres, podemos entender a relevância crucial em nosso dia-a-dia. Exemplo: esmaltes. Quantas vezes seu namorado realmente presta atenção na cor que você está usando? (não são todos, né? eu sei). Mas na cabeça deles, não há necessidade de pintar unhas se elas estão limpas, esmalte e base pra eles são a mesma coisa, e vermelho é só pra quando você está perigosa e vai rolar aquele role-playing básico como preliminar. (Exagerei, mas não sei se muito.) Se você, minha linda, tem a sorte de namorar um cara que acha legal as 52678945 mil cores de esmalte que você coleciona e ainda colabora trazendo "os-últimos-lançamentos-que-a-menina-da-farmácia-me-recomendou", agarre-o. Agarre-o e não o deixe fugir por nada.
Ainda assim, as revistas e alguns outros meios de comunicação vão atrás das opiniões masculinas e acabamos "ouvindo" a mesma coisa: esmalte bonitinho é esmalte clarinho, preto é coisa de gótica e coloridos não são legais. E isso é pra tudo. E faz a gente pensar: será que eu invisto todo meu tempo só pra isso? Só pra os caras olharem e dizerem: nhé, renda ia ficar melhor? Eu sinceramente não gosto disso.
Outro assunto da semana, mas sobre esse não vou discorrer muito não: Por quê sempre nos interessamos pelas pessoas que definitivamente não deveríamos?
Vou encerrar por aqui, torcendo para que o salão volte a funcionar e eu possa ir fazer minha transformação no domingo. Raiz preta, cabelo desbotado e com #lionfeelings, não rola.

Beijinhos azedinhos para vocês!

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Semana do Esmalte - Day 5

Acabouuuuuuuuuuuuuuuu!!! Chegamos ao ultimo dia da Semana do Esmalte.
Antes de mais nada preciso dizer que hoje chegaram mais dois esmaltes para a coleção. O marinho e verde palmeira da colorama, hahahaha.
Bom mas o ultimo dia é dedicado a cor mais "girlie" que existe. Confesso que eu nem sempre fui fã da cor, rolava todo um preconceito por ser cor de patricinha. Mas eu aprendi a dosá-la e misturá-la com preto e fui gostando, gostando...E acho que é a cor mais bonita para esmaltes e batons. Hoje é dia de apresentar para vocês meus esmaltes rosas.
É a maior sub-coleção da minha esmaltoteca. Não resisto, e ainda existem pelo menos uns 6 que eu fico namorando sem comprar por já ter esmaltes rosas demais.
Vamos lá:

Rosas Clarinhos
Duna, Eliana, Constanza, Afrodite, Brilhante, Gatinha, Leme e Algodão Doce.
#Fail - Gatinha. Acho a cor muito sem graça, não sei porque comprei.
#Best - Leme e Afrodite. Não gosto de brilhos, mas o Afrodite é muito lindo.

Rosas

Marilyn, brisas, Vibrante, Rio Doce, Espelho, Pink, Puro Glamour e Rosa Chiclete.
#Fail - Não tem.
#Best - Rio Doce e Marilyn.

Mais rosas

Azaléia, Pink Star, Vegas, Polar, Copacabana e Jurerê.
#Fail - Eu nunca consegui usar os Jubbys, por conta dos brilhinhos.
#Best - Jurerê.

Rosas Neons

Hits 203,201, Shock, Red-Lumi, Rosa Fluorescente, Floripa, Ipanema, Pink, Andromeda e Selene.
#Fail - Pink Jubby. Pensei que ele seria um escandâlo, super neon...Mas nem é. O Selene também me decepcionou.
#Best -Os hits e o Floripa.

E uma foto da coleção completa:


Tentativa de arrumá-los de uma forma mais organizada :)
E até o dia em que fiz as fotos e comcei os posts, a coleção contava com ...........

Suspense....

Mistério....

Fala Logo!

148 ESMALTES!

Hahaha. Óbvio que já aumentou. Ontem minha mãe trouxe dois novos esmaltes e na quarta a Dani comprou as Jóias Míticas para mim. Hahahahaha. E eu ainda vou ganhar o Bermuda Shorts, :)

Pois é, esses são os meus esmaltes. Alguma sugestão?

Beijinhos

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Semana dos Esmaltes - Day 4

Paaaaara Tudoooo!
Hoje é dia da minha segunda maior coleção dentro da minha coleção de esmaltes, hahaha. Roxos e Lilases. Olhe ao redor. Eu adoro essa família de cores. Roxo é a minha segunda cor favorita para roupas (preto é a primeira). Já tive uma fase esmalte-acessórios-batons rosa. Mas tá passando e agora tudo meu ou é roxo ou lilás.
Bom, eu tenho gasto muito tempo e dinheiro atrás de esmaltes roxos. Não importa a tonalidade, o acabamento ou a marca. É roxo, tá na minha cestinha.

Lilás
Eu não lembro o nome de todos, hahaha.
#Fail - Não tem.
#Best - Azulle (primeirão da esquerda para direita), Glacê (AH) e Lilás da Avon.

Roxos

Sério, eu prefiro não citar os melhores ou piores. Não tem piores e não sei dizer os melhores. Adoro!!! Tá, o club e o Noite Quente...Hahahaha.

Amanhã tem os últimos intes da coleção! E não esqueça de visitar o blog da Dani!!!

Beijinhos!

quarta-feira, 31 de março de 2010

Semana dos Esmaltes - Day 3

Estamos começando a esquentar, hahahaha. Hoje é dia dos Vermelhos!!! Tenho que confessar que só curto vermelhos abertos, sabe? Os fechados que tenho não são exatamente meus. São da minha sócia. Ela adora vermelhos fechados. Vermelho é clássico. Quando quero posar de poderosa e gostosona, eu vou de vermelho. Não tem cor mais poderosa.
Não sei se vocês conhecem essa história, nem eu conhecia, um amigo meu (Thierry, te amo!) me contou: Sabem porque os sapatos Loboutin tem o solado vermelho? Loboutin conta que todas as mulheres com ares de poderosas sempre estavam com as unhas vermelhas. Ele começou a perceber isso, fez a associação, e quando iniciou sua marca, resolveu usar isso como um diferencial. É, vermelho é luxo. Confesso que não tenho usado muito ultimamente...Deixa quieto.
Vamos lá!
Vermelhos Fechados
Tirando o Ameixa da Avon e o Rosa Colombiana da AH, eu não sou dona de nenhum deles. São de mommy. Agora que ela está se arriscando nas cores, hahaha. Como não são meus, eu não tenho fails. Mas eu gosto muito do Beterraba e do Tanga, pra colocar por cima dos outros vermelhos.


Vermelhónsss!
Pimenta, Vermelho Paixão, Morango, prazeres, tomate, madonna, adriana, amor, não sei qual, Cleopatra, outro que não sei o nome, Brinco de Princesa, beijo, havana, preguicinha.
Confesso que rolou toda uma preguiça de fotografar os vermelhos. E rolou preguiça de escrever o nome de todos.
#Fail - Não tem fail aqui, todos são lindos.
#Best - Tomate e Madonna. Lindos. Muito mesmo.

E a brincadeira tá rolando no Blog da Dani!!!! Visitem!

Beijinhos!


terça-feira, 30 de março de 2010

Semana dos Esmaltes - Day 2

E hoje é dia dos sem graça, ops, Nudes, Corais/Laranjas, Amarelos e Brancos. Eu tenho que admitir que torcia o nariz para os nudes, mas aprendi a conviver com eles. Não fico desesperada para comprá-los, mas eles me salvam quando preciso parecer mais profissional, ou quando pretendo mudar a cor do esmalte da mão duas ou mais vezes na semana. A verdade é que eu prefiro os nudes aos branquinhos, eles tem cor. Cor de burro quando foge, mas é melhor do que renda, eca. Os laranja e corais não funcionam bem em mim, me deixam amarela, assim como os amarelos. E brancos, bom, eu não os tenho, hahahahah.

Nudes
Zodiacal, Baunilha, Areia, Champagne, Chic Pele, Doce de Leite, Chá Gelado, Fio de Seda, Nude e Capuccino. A minha mãe comprou o Nude, o Areia e o Baunilha, e eu os descobri por acaso na minha caixa de esmaltes, num dia de extrema preguiça de pensar que cor usar nos pés.
#Fail - Fio de Seda e Chá Gelado. Não tem cor de nada e são extremamente ralos.
#Best - Champange, Doce de Leite e Zodiacal.

Amarelos, Corais/Laranjas

Amarelo, Misturinha Bananinha, Amarelo, xaréu, aleixo, brigitte, atrevida, gerânio. Acho que nenhuma dessas cores funciona muito bem em mim. Só o atrevida,que na verdade, eu nem sei que cor é. Hahaha.
Não tenho favoritos aqui.

E os Brancos ficam em ....Branco!!!! Não tenho nenhum!

Já viu a coleção da Dani? Não? Então corre lá: Makeup Addikt!

Beijinhos!


segunda-feira, 29 de março de 2010

Semana dos Esmaltes - Day 1

Dando início a Semana do Esmaltes, eu apresento a vocês os meus esmaltes Pretos, Cinzas, Verdes e Azuis. A verdade é que no meio dos pretos, tem os chumbos, e aqueles pretos não tão pretos.

Os Pretos!
New York, Tóquio, Preto Sépia, Anita, Preto, Dragão Negro e Brilho da Noite. Esses são os esmaltes pretos/chumbos que eu tenho.
#Fail - Tóquio. Acho feio, não gosto da cintilância dele, acho ele aguado.
#Best - New York é o top. Adoro. Dragão Negro também mora no meu coração.

Cinzas
São poucos, mas eu gosto: Hits Edição Limitada, Jackie e Arábia.
#Fail - Arábia. Não me conquistou, sei lá por quê. Minha mãe adora ele, usa com a cobertura matte nos pés(é, mommy é tendência, também, ok?)
#Best - Jackie. Ele é lindo e me sinto classuda com ele. Pronto.

Verdes

Maria Clara, Pistache, Menta, Verde-Lumi, Jade, Misturinha Jade e Sereia.
#Fail - Jade. Ruim de passar, mancha e fica esquisito. Não gosto dele, prefiro minha misturinha. O Menta também me decepcionou.
#Best - Sereia é fofo. O Verde-Lumi é legal também.
Não sei porque tenho esse monte de verdes. Não uso muito. O sereia tenho desde o lançamento e usei pela primeira vez semana passada.

Azuis

Celeste, Azul Jeans, Lilian, Pier, Marina, Hits, Glacial e Vamp Polish.  Infelizmente o celeste não saiu mto bonito na foto, e eu estava tirando foto com a luz acesa! Aff. O lilian e o azul jeans eu comprei numa vibe "quero-um-esmalte-rocker-que-não-seja-preto". O Vamp Polish eu comprei da Ju e eu amo ele!
#Fail - Não tem fail nessa categoria. Gosto de todos.
#Best - Celeste, Vamp Polish e Azul Jeans.

Amanhã tem mais!
E não esqueçam de conferir no Blog da Dani, o Makeup Addikt, a coleção dela também!

Beijinhos!

Semana dos Esmaltes - Como começou a paixão.


Eu duvido que a minha coleção seja a maior já vista por aí. E pra falar a verdade, eu nem penso nisso. Mas eu adoro esmaltes. E depois de procurar na Tijuca a coleção mítica da Risqué, eu e Dani do Makeup Addikt tivemos a fantástica idéia de fotografar nossas coleções e mostrá-las no blog. 
Vou contar para vocês uma coisa. Até os 25 anos eu roía unha. De não ter quase nada nos dedos,era aquele cotoquinho mesmo. Eu ficava ansiosa, e voilá, mão na boca, dente na unha e já viu. Morria de inveja da minha melhor amiga com suas unhas lindas, gigantes e sempre coloridas. Eu sempre adorei esmaltes. Em alguns momentos eu até parava de roer unha para poder usar algum esmalte maluco que a Impala tinha lançado (porque a primeira coleção marca-texto que eu me lembro, foi da Impala. Eu tinha todos), mas sempre voltava ao vício.
Daí que aos 25 anos muita coisa mudou na minha vida e eu comecei a luta para abandonar o vício. Passei a fazer minha unha (hábito que eu não tinha) e aos poucos, entre idas e vindas, eu consegui parar de roer unhas. Confesso que eu ainda tenho vontade. Mas olho elas bonitinhas, grandinhas, com esmaltes diferentes e não consigo mais roer. Ainda bem. (Aí eu tiro o esmalte, hahahaha)
E eu nunca gostei de esmaltes brancos/transparentes tipo renda. Prefiro nada na unha a eles. Mas não tenho preconceito com as outras cores...Já tive fases: preto, vermelho, rosas, roxos e outras cores. Mas desde o ano passado, tenho comprado quase que compulsivamente (olha eu sendo boazinha comigo!) esmaltes. É comum eu sair e voltar com pelo menos unzinho pra casa. Afinal, eles são tão baratinhos...
Essa semana eu vou mostrar a vocês minha coleção,os favoritos de cada família de cores, os que eu não uso...A coleção tem várias marcas,até importado eu tenho. Não o meu querido Bermudinha, que eu ainda terei, mas tenho desde o esmalte baratinho da cestinha até um importadinho da Eyeko. Durante a semana vocÊs verão que meu nojinho pelos branquinhos não é só falatório. Eu não possuo nenhum esmalte dessa categoria. Os que eu tinha transformei em misturinhas.
Fica dividido assim: Day 1 - Pretos/Cinzas/Verdes/Azuis; Day 2 - Nudes/Brancos/Corais/Amarelos; Day 3 - vermelhos; Day 4 - Roxos e pra fechar, Day 5 - Rosas.
Então, fiquem ligadas! Na sexta eu posto o total da coleção. E não esqueçam de conferir o Makeup Addikt para conhecer a coleção da Dani.

PS: Sim, eu só tenho dez dedos na mão e dez nos pés. Não mais que isso. 

Beijinhos!

quinta-feira, 25 de março de 2010

Tachinhas - O achado! (E barato, hehe)

Assim, acho que não preciso dizer que sou roqueira, né? Hahahaha.
Já tive várias fases rock - grunge, gótica, emo, mas eu gosto de acreditar que eu sou indie e não emo, ok?
Bom eu basicamente uso preto em roupas, makes, acessórios. Sou fã das calças skinny, botas, all star, unha preta, make pretona no olho. Tudo que está na moda agora. Legal, antes eu era a esquisita, agora tô na moda. Mas nhé, isso facilitou um pouco as coisas para mim. Está bem mais fácil de achar roupas que me agradam. Exceto pela camisa dos Ramones, só acho baby look e camisa normal. Nunca mais acharei uma camiseta como a que estou usando e que amo! Ai Marisa, volta com essas camisas, please!
Mas nem foi por causa da moda rocker que eu fiz esse post. Tá até foi, mas é só pra compartilhar coisas que eu achei e que obviamente continuarei usando quando todo mundo voltar ao normal, hahahahaha.
E o melhor é que eu nem estava procurando. Passei no centro esses dias, depois de ter ido me inscrever em disciplinas no mestrado. Resolvi buscar as "Jóias Míticas" que, óbviooo, não achei. Mas caçando a tal loja maravilhosa que vende mavala no centro a pedido da Ju, eis que vi uma arara(?), não era uma arara, era algo com varios acessórios diferentes pendurados na porta de uma loja. E tudooo de tachinha. Eu saí pegando uma pulseira de cada tipo que tinha lá (tudo na cor preta, embora existissem cores também. Não uso cor a noite. No máximo um roxo.). Eles tinha arcos e faixas, de couro(fake, néam) e tachinhas. E eu fiz a festa.
Eu já tinha ficado parada num bracelete que vi na Renner e que custava quase 30 reais. Eu quase comprei, juro! Sorte que minha amiga estava lá para me conter e eu desisti. Porque eu morreria na terça. Afinal, eu comprei um monte de coisas e não chegou nem ao total da pulseira da Renner. Juro pra vocês que estou sorrindo agora. Satisfied. Adoro comprar muito e gastar pouco.
Vou mostrar, mas não sei se vocês usariam isso. Eu sei que vou usar e muito, hahahaha.

Minhas tachinhas :)





A minha favorita :)







A tiara. "Cuz I'm a motherfucker princess" hahaha.

Assim, eu não sei se vou usar essa tiarinha, hahaha. Mas eu comprei, pra tentar, né?
Apesar de fazer pode de má, eu sempre acabo acrescentando algo fofolete as minhas produções. Seja uma flor, um lacinho, hahahaha.  Eu sou "maligna" mas nem tanto. :P

Beijinhos!

PS: Preguiça total de editar as fotos nesse meu computador...20 minutos pra abrir as fotos. Sorry.

terça-feira, 23 de março de 2010

Jóias Míticas

Você não leu errado e eu não esqueci o "s".
Já cansei de procurar esses esmaltes novos da Risqué. Já fui a Madureira, Centro, Tijuca, Zona Sul e nada.
Portanto, essas jóias só podem ser míticas, só existem na minha imaginação. ¬¬
E eu continuo sonhando com esmaltes roxinhos da coleção.
Eu querooooooooooooooooooo!!!!

Luluzinha Camp

*Shame on me*
É, post beeem atrasado mesmo.
Sábado rolou mais uma edição do Luluzinha Camp, evento super legal que eu não conhecia (só tinha lido a respeito). Eu fui com a Tia Julia e com a Dani, depois de uma passada básica na Forma e Beleza da Tijuca (]comprei dois esmaltes novos da coleção de inverno da Big Universo - vício) e ainda fizemos comprinhas pra casa da Tia Ju, hahahaha.
Já chegamos atrasadas no evento, e encontramos a Day, que mais tarde iria demonstrar as makes maravilhosas da Mary Kay (to in love com a base, já disse isso, né?), encontramos a Raquel e a Tia Déia (o blog da Ra tá fora do ar!). Raquel sortuda foi maquiada pela Day :)
Teve palestra com a Vanessa Peq (que é ligada no 220, só pode!!!) falando sobre empreendedorismo e da Cris Dissat falando sobre meninas invadindo o futebol e do seu blog o Fim de Jogo. Teve aula de dança do ventre, e claro sorteios!!!
Fui sorteada e ganhei uma ecobag linda, uma necessaire de bolinhas, mais esmaltes, dois lápis da natura zip, um iluminador...acabei trocando o shock da impala por uma sombra nyx verde, lindaaa! Hahahaha.
Eu não tenho muitas fotos do evento então, coloco dos brindes, até pq o post tá mega atrasado, mesmo :)



Esses eu não ganhei, comprei :)

Bom, acho que é só isso. Até o próximo!!!!

Beijinhos

sexta-feira, 19 de março de 2010

Visual Novo

Sério, eu fiquei mais de seis meses sem cortar o cabelo. Resultado? Ele cresceu e ficou uma massa de fios disformes.
Daí inventei de fazer californianas e ele ficou detonado. Fora o uso do secador e chapinha pra tentar manter ele digno.
Eu estava igual a uma maria-mijona. Fail total:

Franja crescendo sem jeito, o cabelo não tinha forma, caimento, tava horrivel. Reparem na falta de dignidade da criatura.
Eu morro de medo de cortar cabelo. Não por ele demorar a crescer, ou qualquer coisa assim. Mas porque já tive uns cortes muito fails nessa vida. Já me fizeram de ridicula muitas vezes. Daí, eu tenho problemas em entrar num salão e dizer: corta!
Só tive um profissional que até hoje me entendeu, capturou a minha essência e me deu os cortes mais lindos da minha vida. Mas agora ele quase não tem tempo, é diretor de um curso...Agenda apertada.
Estou querendo cortar meu cabelo há dias...E olhava os salões sempre com desconfiança. Meu desespero foi parar no twitter, sob a forma de súplica: por favor, um cabelereiro bom, que me entenda e não faça caquinha no meu cabelinho, tadinho. E a Pri(tá virando um anjo na minha vida, hein?), me indicou o Daniel, no Werner do Nova América.
Fui, meio ressabiada, afinal, pagar caro e não gostar seria derrota.
Mas não me arrependi (pelo menos não ainda, né?) Hahahaha. O cabelo ficou bem rocker, do estilo que eu gostoe dá até pra variar com ele cacheadinho, funciona tb. Vamos ver como ficar depois que eu lavar e deixar secar ao naturale.
Ele repicou bastante, caiu muitoo cabelo, mas o tamanho quase não foi alterado. Ficou mais leve, e o vermelho apareceu bem mais. Sem falar que as pontas feias e mortinhas se foram.
Agora é fazer a progressiva e sossegar pq a transformação tá completa. Bom, terei que retocar a raiz e tal...Mas é mais pra frente.
E olha como ficou depois:

Não reparem as fotos, são de celular...Aliás, essa eu tirei na Renner depois de descobrir que meu celular tem a opção auto-retrato hahahaha :).
E sim, estou sem maquiagem, ok?
Prometo que coloco depois fotos com mais qualidade mostrando o corte atrás...To esperando mommy chegar pra fotografar :)

Fica a dica: Quer cortar o cabelo? Procura o Daniel, no Werner do Nova América. Tá aprovado.

Beijinhos!

quarta-feira, 17 de março de 2010

As wishlists e os must-have

Não sei todos que frequentam o blog sabem o que significam as expressões do título. Oras, nem todo mundo sabe ou quer saber inglês nessa vida, né? Então eu explico, para você, minha querida amiga: Wishlist é a maneira gringa, ryca, phyna e looshoosa de dizer "lista de desejos", enquanto Must-Have poderia ser traduzido como necessário. Mais uma vez, é uma maneira de eu gastar o inglês que aprendi em anos de estudo, e mostrar como sou culta (not).
Brincadeiras a parte, sempre olho as wishlists das amigas por aí. Não só blogueiras, mas meninas que são leitoras. E invariavelmente os itens são importados, caros, beeeem "sonho de consumo" mesmo. Tudo bem, afinal, desejo é desejo e não é crime desejar algo além das suas posses. Até porque, isso pode se transformar numa motivação para que possamos ter o que desejamos, certo? E quando conseguimos algo, é tão reforçador! Ficamos felizinhas, dá uma sensação de conquista! Logo substituímos o item alcançado por outro, mas ei, se não fizermos isso, que graça teria?
Eu acho que o grande problema é quando deixa de ser um "wish" (desejo) para ser "must-have". Como se aquilo fosse extremamente necessário, como respirar ou comer, e ficamos obsessivas. E não medimos esforços para obter, seja abrindo mão de seis meses de saídas com as amigas, ou simplesmente entupindo mais um cartão de crédito que você só paga o mínimo, e mesmo assim continua gastando. Aí mora o problema.
Não me leve a mal, amiga. Eu gosto de gastar. Gosto sim de comprar maquiagem, nunca acho que os batons que tenho são suficientes, confesso.
Será que eu realmente preciso de uma base que custa quase 200 reais? Eu cheguei a pensar que sim. Inclusive, fui na loja, namorá-la, mas aparentemente não sou boa suficiente para possuí-la,pois a vendedora nem quis me dizer qual seria a cor certa pra mim. (o mistério permanece, seria eu NW ou whatever?) Já ia voltar lá, menos mulambenta (se bem que eu estava vindo da praia, né? Como metade das pessoas que vão ao Barra Shopping.), quando uma amiga (Day, te dedico, from the bottom of my heart, ta?) me mostrou a base da Mary Kay. Me apaixonei, sabe? Minha cara não fica parecendo parede de pedreiro de final de semana, fica bem uniforme, e o melhor, paguei menos de 1/3 do que pagaria lá na marca famosinha "must-have".
Existe um frenesi no mundo bloguístico, uma verdadeira adoração por aquilo que é importado, caro, difícil de obter aqui. Mas muita gente acaba levando isso a sério...Tenho uma amiga que simplesmente não compra nada nacional porque nada "que é nacional presta" (palavras dela, não minhas, pq se a Koloss, Avon, Vult e afins quiserem me patrocinar, obrigada e voltem sempre ok?). E acaba fazendo mil dívidas para consumir tudo importado, mesmo tendo opções tão boas ou melhores que algumas importadas. E não é só ela. Basta olharmos ao redor, cada vez mais mulheres e meninas procuram ajuda por comprar compulsivamente.
O pior é que se gasta tanto nisso, que acaba faltando para outras coisas. E aí você acaba usando sua lindissima base carerrima pra ir no aniversário (leia-se bolinho) da sua tia.
Mas pelo menos sou in, it girl e trendy.
Dura.
Mas phyna, com cara de ryca e loooshoosa.

Beijinhos.

quarta-feira, 10 de março de 2010

Depoimento da Sorteada

Finalmente a Nathália Campos recebeu o kit com os sete esmaltes que eu sorteei e enviei antes do carnaval! Graças ao nosso querido Correios, ela levou quase um mês para receber. Isso porque ela mora em Vila Isabel. ¬¬
Promessa: Próximo sorteio, se a moça for do Rio, ganha o prêmio e a oportunidade únicaaaa de me conhecer pessoalmente. Porque eu não confio mais no povo de amarelinho.
E a fofa mandou um depoimento e fotos dos prêmios, que eu publico com autorização dela na íntegra!

"Oi, Val,
depois de tanta enrolação dos correios, peguei lá os esmaltes!
Eles são uma graça, adorei!! =D
Eu tirei umas fotinhos, mas nao ficaram muito boas e a pilha da minha cam tá super ruim, aí não consegui tirar mais. =/
A cartinha (fofa *-*) + os esmaltes =D (ignore as pilhas intrometidas na foto rs)
os verdinhos + azuis
Azul celeste (ficou ótima a cobertura!) + azul bebê (meu favoritinho!) + maria clara (uma copia do jade do chanel, gostei mais do que o da BU :) ) + verde fluorescente (otimoo pra chamar atençao! rs e fosquinho como os novos da impala)

os rosas:









realce (o tao famoso ne! xD) + rosa fluorescente (tb adorei e tem uma otima cobertura =D é fosco como os novos da impala tb ) + floripa (rosa barbie!)

eu to usando o rosa fluorescente agora, val:









desculpa pelas fotos ruins de novo, val! a camera nao ajudou ! =/

Mas eu adoreeeeeeei,viu! =D
Continue com o bom blog! =D

Beijos,


Nathi"
 
Nath, Obrigada por ter participado, pela paciência e também pela disposição de ter mandado sua resenha pro blog!!!
 
Beijos!

sexta-feira, 5 de março de 2010

Ficar bonita para si mesma...

Hoje é sexta-feira e todos ficam mais animados. A promessa de alguns dias de diversão, sem horário, uniforme, sem patrão dizendo o que fazer. Hora de ver os amigos, bater papo, bater cabelo, rir, beber e relaxar.
Sextas pra mim já significaram dia de SPA. O dia de cuidar da pele, do cabelo, das unhas...Caprichar na depilação, no perfume. Sim, porque sextas eram o dia de ver o namorado. Então, nada de cabelinhos indesejados ou unha por fazer.
Já era automático. Acordar cedo, lavar o cabelo, hidratação, escovar e pranchar. Fazer esfoliação, máscara, retirar cravos, ajeitar a sobrancelha, o buço maldito que insiste em crescer. Fazer as unhas, pintá-las de vermelho(é, alguns caras gostam de esmaltes vermelhos). Depilar pernas, deixando elas lisinhas para que as mãos dele pudessem deslizar lindamente. É. Sexta era o dia de se preparar.
Acho que toda a preparação deixou de ser suficiente quando deixou de ser sobre mim. Ou seja, deixou de ser o dia em que cuidava de mim para ficar mais bonita, para ser o dia em que ficava bonita para ele.
E aí, o namoro acabou. E as sextas de beleza, consequentemente, se foram também. Não mais escova, não mais unhas feitas, pernas cabeludas...E veio a sensação de liberdade. Livre finalmente! Bom, relaxar e não ter a "obrigação" de ficar bonita!!!
Tola.
Muito tola mesmo.
Depois de um tempo relaxada você se olha no espelho. E percebe que aquela é a sua versão do universo "Betty a Feia". E se pergunta: onde foi que eu embaranguei tanto? Ah porra, você não sabe? Pois deveria.
Todo o ritual de beleza não é pra outra pessoa. Não seja hipócrita de mentir que você nao gosta do elogio. Sim, você gosta. Todo mundo gosta. Mas começa com você, você olhando no espelho e se sentindo linda. Bem cuidada. Bem amada. Apaixonadíssima por você.
E aí um dia você se pega em casa, sem programação para a sexta a noite, pois seu prazo de entrega de um trabalho para o mestrado já está estourado, você não aguenta mais ler artigos sobre genitália feminina e sexo. Cansada, vai tomar banho, mas olha no espelho e resolve dar um pouco mais de atenção a você. Toma aquele banho demorado, faz depilação, banho de lua, ajeita  sobrancelha, se livra do buço. Sai do banho cheirosa...
E sua mãe te pergunta: "vai sair? tá se arrumando para quê?"
E você responde:"não, não vou. To me arrumando pra mim. Só pra mim"

Quem dera eu tivesse sido sempre assim.

Beijinhos

segunda-feira, 1 de março de 2010

Reposição de Massa Capilar Amend

Hi, people!
Quem vem acompanhando o blog sabe que estou mudando o visual. Tudo começou em Dezembro, quando eu cansei do cabelon preto e comecei a clareá-lo. Quem já fez isso sabe como é dificil manter o cabelo saudável durante o processo. É algo que agride muito o cabelo, retira massa, desidrata e geralmente deixa o aspecto palha. O jeito então é tratar muito antes, durante e depois do processo.
Há tempos que eu já tinha ouvido falar do RMC da Amend. Já havia conversado com as demonstradoras da marca nas lojas especializadas, lido resenhas, conversado com profissionais...Sempre tive um feedback positivo do tratamento. Faltava a coragem de comprar. O kit custa 80 reais (shampoo, creme repositor e defrisante), não é dos mais caros, mas também não é exatamente barato, ainda mais sem a possibilidade de parcelar em algumas vezes(ok, podem achar que sou pão-dura, mas sou mesmo :P).
Quando resolvi mudar o cabelo e aderir às mechas californianas, aproveitei que o décimo-terceiro tinha saído e comprei o kit. Sem pensar muito, fui lá e comprei. Se eu me arrependesse, ficaria muito p... da vida, hahahahaha. A Amend possui dois RMC: um vermelho para cabelos com tinturas; e o azul, para cabelos transformados quimicamente com alisamentos, progressivas, definitivas...Além das tinturas. Foi esse que eu escolhi, o da caixinha azul, exatamente por submeter meu cabelo a transformações químicas.
Fiz três descolorações no cabelo, em dois meses. Na primeira, fiz um tratamento no salão, chamado plástica dos fios, uma escova inteligente, então, meu cabelo não sentiu tanto a primeira descoloração. Já na segunda, eu não refiz a inteligente, e o cabelo já estava dando sinais de dano. Ficou poroso, elástico em algumas partes, quebrando facilmente e embolando demais.
Era o teste. Lavei a cabeça com um shampoo anti-resíduos, depois com o shampoo repositor do Kit. Usei o shampoo duas vezes. Depois, apliquei o passo 2, Repositor de Massa Capilar e Queratina, por 20 minutos com touca. Enxaguei e já senti que o cabelo ficou menos poroso, mais macio...Aí chega a hora chata. Deixei ele secar um pouco, dividi em mechas o cabelo e fui aplicando o defrisante e escovando o cabelo. Tenho muito cabelo, então, levo bastante tempo para escovar ele todo, ainda mais aplicando o produto mecha por mecha...Tenso. E dolorido. Ao terminar a aplicação e a escova, pranchei o cabelo todo para potencializar a ação.
Já na primeira aplicação do produto, o cabelo recupera a força. O recomendável é usar de 15 em 15 dias, mas meu cabelo estava bem detonado, então fiz três aplicações semanais consecutivas, até porque descolori mais uma vez nesse tempo. O cabelo resistiu bem às transformações que fiz
Agora tenho usado de 15 em 15 dias, até mesmo por já ter tingido o cabelo de ruivo, já que não gostei das mechas.
Eu simplesmente ameiiii o resultado. Por já ter feito muita coisa no cabelo, sei como ele deveria parecer depois de tanta química em tão pouco tempo, e graças ao RMC o cabelo está resistente, bonito e agora que tirei o loiro(que acentua qualquer dano no cabelo), ele está brilhoso e ninguém diz que fiz tantos processos em tão pouco tempo. O único problema é que ele não hidrata, mas essa nem é a proposta do produto. É bom aliar o tratamento com o RMC com uma hidratação poderosa. E é preciso ter muito cuidado. Ele contem queratina, e se seu cabelo não precisa de queratina, mas mesmo assim você utilizar, ele corre o risco de ficar endurecido e quebrando facilmente.Não é o que queremos, certo?
O que diz a Amend: "Transformações químicas, tais como, alisamento, relaxamento, escova definitiva, progressiva, entre outras, causam danos aos cabelos que ficam sem resistência, ressecados, sem elasticidade e brilho. O Sistema Repositor de Massa Capilar e Queratina Gold Black traz em sua fórmula o revolucionário RMC System enriquecido com Queratina Hidrolisada. Ideal para a reestruturação e reconstrução interna e externa dos fios processados quimicamente, ele repõe a massa capilar perdida dos cabelos, devolvendo a resistência e condição original da fibra capilar.
É indicado também para tratar os cabelos antes de submetê-los a processos químicos, pois além de melhorar a performance do alisamento, ele repõe cimento celular e a cadeia de queratina do fio."

Fica a dica de que a Linha Gold Black da Amend é voltada para cabelos crespos, que passam por alisamentos, relaxamentos. O motivo de eu ter escolhido ele em vez do vermelho é que meu cabelo passa por transformações químicas, além dos processos de descoloração e tintura. Esse sistema, por ser recomendado para cabelos com químicas foi o que melhor se adequou as minhas necessidades.

Aprovadíssimo e recomendadíssimo!

Ah, e ele rende bastante. Já usei 5 vezes e minha mãe já usou uma e só passo 2 é que já passou da metade. Valeu a pena!

Beijinhos!

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Novo Visual

Algo que vocês perceberão com o tempo é minha total incapacidade de manter o cabelo do mesmo jeito por muito tempo. Eu adoro variar tamanho, corte, franja, cor...Já fiz de tudo e mais um pouco no cabelo e só Deus sabe como ele ainda resiste na minha cabeça.
Eu cheguei a mostrar a vocês as mechas californianas que estava fazendo. Cansei do pretão e resolvi fazer algo diferente. Mas sou incapaz de ter cabelo claro. Quando vi as pontas do meu cabelo com cor de Barbie, eu entrei num desespero tamanho, que ninguém entendeu.
Fato que eu não estava me reconhecendo com o visual que estava. Até acho que ficou bom(muitos amigos meus gostaram e elogiaram...), mas eu olhava no espelho e não me via. Falta de costume? Talvez. Mas resisti um bom tempo, foram dois longos meses com os cabelos castanhos claros com mechas loiras. Eu não cheguei a tirar foto de como estava desde a última vez que clareei as mechas.
Enfim, optei por colocar uma cor mais próxima a minha personalidade(eu acho que isso existe, ok?), mas não quis usar preto por estar ainda cansada dele. A solução: ficar ruiva! Eu já fui ruiva por um tempo...Comecei com um tom escuro e fui parar no vermelho quase rosa. (Ah, meus tempos loucos...saudades). Não quis ousar muito no vermelhão e escolhi dois tons com bases mais escuras. Por cima usei a Special Effects Blood Red misturado com a Cherry Bomb. Resultado: um vermelho bem fechado, tipo sangue venoso, bem vampiresco, hahahaha. Onde estava mais claro, ele puxou para um vinho rosado. Apaixonei. Agora sim me reconheço. :)
Para segurar os danos no cabelo, estou usando o RMC da AMEND. Aliás, já usei ele bastante, vou resenhar para vocês aqui, ainda essa semana.
Agora, apresento a foto do meu novo visual. Perdoem, mas estava super quente e não tive disposição apra me maquiar nem nada. Hahahahaha.


Eu vou tomar coragem e fazer um post com todos meus visuais até hoje, hahahaha.

PS: Mudei o sistema de comentários do Blog, pra tentar ficar mais interativo. Espero que eu acerte usar :)

Beijinhos!

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Big Fails in Life!

Eu adoro andar de ônibus. Sempre tenho as melhores idéias observando pessoas passando nas ruas. (Eu só sento na janela, feito criança. Portanto, se pegar o busão comigo já sabe: sentarás no corredor, haha). E foi numa viagem nesses dias de carnaval, observando a moda carioca das adolescentes carnavalescas que tive a idéia de falar sobre as coisas que eu curti e hoje em dia considero Big Fails. Mostrar a evolução, sabecumé.
A idéia veio depois de observar as barriguinhas de fora. Fiquei pensando como acho isso breguete, mas mas lembrei que adorava e sonhava em usar um top com calça. E fui relembrando do resto. Tá afim de entrar no túnel do tempo?



Barriga de Fora
Se eu tivesse corpo para tal, confesso que teria usado muito na adolescência. Mas apesar de ser magrelinha, tinha um panceps bem pronunciado, resultado da minha falta de disposição de malhar e minha dieta balanceada de Cheddars McMelts. Morria de inveja quando via minhas amigas, com suas barriguinhas aparecendo, piercing no umbigo, e eu tendo q cobrir tudo usando batinha.
A minha idéia de sensualidade era mostrar a pança. Culpa do É o tchan? Feiticeira? Tiazinha? Era moda.
Uma ida aos pagodes e bailes funks da vida e 90% das meninas se vestiam dessa forma. E sei lá, nem todas estavam prontas para tal.

Marquinha de Biquini
Ok, essa era a companheira fiel da barriga de fora. Não bastava a barriga aparecer, tinha que ter duas marcas bem altas decorando a pancinha. É, eu também achava sexy usar a calça saint-tropez com a marca de fora. E obviamente que isso exigia horas tostando no sol, com as alças do biquini super levantadas(bem acima da linha da calça), deitada de lado para reforçar bem. E claro, muito óleo de avião(aqueles bronzeadores toscos vendidos na praia, sabe? de urucum e cenoura? quem numa embalagem tipo de chup-chup?).  A noite, era vestir a calça jeans, colocar uma blusinha mais curta pra mostrar a marca e de preferência, lambuzar a área com glitter, que falarei no tópico a seguir.

Gel corporal com glitter
Glamour nenhum estava completo sem ele. O brilho, o fator drag e tchutchucalidade máxima. Glitter. Colocado estrategicamente nos pontos de sensualidade mor como decote dos seios, na barriga e nas marquinhas de bíquini. Se você quisesse causar mesmo, colocava um top om enchimento ou um corselete. E muito, não pouco, gel com glitter. Se vc não tinha gel, misturava óleo de amendôas com glitter pra artesanato. Tava preparada.

Sombra Branca
Só Jesus para compreender porque alguém usa sombra branca. Eu não entendo porque eu usava. E claro, quando eu evoluí NOT, achando que tava ahazzando, passei a usar a sombra branca com glitter. Vai entender.

Pixação ou PXC
Gang e suas calças de moletom strech eram muito caras e eu não ficava bem com aquele tecido. Mas sim, eu queria estar na moda tchutchuca, a minha alternativa era a Pixação. Eu comprava tanto lá, que quando chegava na loja, os vendedores todos queriam me atender. Mas eu sempre comprava com o Léo. Uma das minhas roupas favoritas era uma calça jeans, toda rasgada, combinada com um body preto que tinha um decote que ia quase no umbigo. E que obviamente era devidamente lambuzado de gel com glitter, pra ficar séquisse.



Feiticeira
A Feiticeira era meu ideal de beleza. Quando fiquei fissurada por ficar absurdamente gostosa, eu queria ter o corpo dela. Toda malhada, definida, com uma barriga que parecia um tanque. Pernas grossas, muito grossas. É. Malhei pra cacete e o máximo que consegui foi diminuir a diferença de uma perna para outra. Nao é minha constituição física. Sou magrela. Sem falar que ela era loira. E naquela época, eu achava que ser loira era necessário para ser sexy e linda.
Lembro de ver o Tio Huck e ficar pensando que um dia eu ficaria grandona como ela. Louca. Totalmente louca.
Ah, mas confesso que eu ainda gosto dela, sabe? Adoro a familia fofa dela e assisti muitooo a Casa dos Artistas torcendo por ela e o Vitor Belfort. :)

Pagode e Funk
Depois de toda a combinação de fatores de sensualidade acima listados, era hora de sair para passar o rodo (putz, eu não pegava ninguém, mas mesmo assim, hahaha). Confesso que gostar, gostar mesmo, eu gostava de funk. Ia feliz e contente pros bailes na quadra da Portela (um dia eu conto como eu me vestia nessa época. Uó.) Mas minhas amigas gostavam de ir aos pagodes. E eu não tinha lá muita opção de saídas e companhias, então, acabava indo também. Era fato que eu procurava uma cadeira e sentava pra ficar olhando o povo sambando e se divertindo. Uma porque eu achava chato sambar ou dançar agarradinho (ODEIO que me puxem pra dançar) e segundo, porque não aguentava os saltos altos. É não tenho dignidade. Basta ver pelo post, uahuahauahau.

E vocês? Big Fails nas suas vidas? Desafio as colegas blogueiras a contarem seus podres, hahahaha

Ah! Apesar de tudo, eu me divertia horrores. E sei lá, o mau gosto foi parte de uma evolução... :p E rendeu um bom post! Eu acho ^^

Beijinhos,

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Novo Sorteio!!!! - Editado

Bom, já se passaram 48 horas e a Bárbara não se manifestou....Então, refiz o sorteio. Sorry, Bárbara!

E a nova ganhadora dos esmaltes é:


Parabéns Nathalia!!!! Você tem 48 horas para entrar em contato, caso contrário, farei um novo sorteio!!!!

A Nath já entrou em contato e vai receber brevemente seus esmaltes!!!Parabéns! E até o próximo sorteio!!!

Beijinhos!!!!

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Resultado do Sorteio!!!!!

Bom meninas, esse sorteio foi rapidinho! Quem participou, participou e quem não participou...deu mole!!!!! Fica ligado e participa no próximo!!!!

Foram 105 gatinhas disputando o kit de sete esmaltes...E a vencedora é:




Parabéns Bárbara! Já te notifiquei por e-mail, e você tem 48 horas para responder o e-mail, caso contrário refaço o sorteio!

Até o próximo sorteio, meninas!!!!


quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Primeiro Sorteio!!!!!!!!! Editado

Eu já estava pensando em um sorteio para o Blog...Pensei em algo que eu gostaria de ganhar, então veio a mente: ESMALTES!!!! E andando pelo mercadão, encontrei esses esmaltes La Pogee. Tinha uns neons e outros cremosos, mais candy colors...Catei seis deles para sortear para vocês. São quatro neons (dois rosas, um verde, um azul) e dois pastéis (azul e verdinho).

As regras são simples! Preencher a caixinha do Contest Machine com nome e e-mail para contato. Não é preciso ser seguidora do blog, mas se quiser seguir, eu fico muito feliz! O prazo para inscrição no sorteio é de hoje, dia 04 de Fevereiro até o dia 07 de Fevereiro, a meia noite. O envio será por minha conta para as meninas do Brasil. (Nhé, acho que não tenho leitoras internacionais, hahahaha) A vencedora té 48 horas para me responder, caso contrário, refaço o sorteio.

Editado: Gente, a Preta Gil causou um burburinho no twitter quando postou a foto das unhas lindas dela com um esmalte Pink baphonico...Ela divulgou que era o Jubby, da linha Realce, Pink. E eu achei. Comprei um pra mim e outro para incluir no sorteio, então serão SETE esmaltes lindos!!!!!
Boa sorte!!!!

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Batons e Gloss NYX

Uma das piores coisas que poderia me acontecer é ter um cartão de crédito internacional. Saber falar inglês+passar o dia todo na net+cartão internacional=gastos excessivos. (#failtotal). Mas juro que quando fiz o cartão, fiz pensando nos benefícios de ter um cartão que dá descontos em livros (coisa que adoro comprar!). Enfim.(deusseguremeucartaodecreditonacarteira,amem)
Eu comprei alguns batons NYX ano passado, na primeira compra que fiz na Cherry Culture. Comprei vários, eles são baratinhos. E para minha surpresa, os bichinhos são bons. Batom bom para mim é batom com pigmentação, sem cheiro e macio. Duração não importa, não ligo mesmo de retocar batom(isso quando lembro de fazer, porque na night, sabe como é, hihihi). E os batons da NYX são assim. O gloss eu comprei simplesmente porque me lembrava um gloss da linha de maquiagem do Crepúsculo(não, não sou fã da saga, mas adoro vampiros, goticismo - já tive uma fase gótica - e gosto de makes mais darks às vezes). O gloss é que foi mais decepcionante.
No final do ano, me aventurei de novo na CC, já até mostrei as compritchas aqui. E dessa vez arrebatei mais três batons e três glosses. Daí veio a brilhante idéia de mostrar para vocês, né?
Quem acompanha o blog sabe da minha fissura por batons rosa (me falta um, o matte vult 01 que não acho em lugar algum da face da terra do rio de janeiro, aff). Aliás, fiz uma promessa de não comprar mais nada rosa. Nem esmalte, nem batom, nem acessórios. Nada. (deusmedeforçapraresistir!) Então vocês já sabem que tem alguns rosas na lista, né?


Paris - Rosa sem brilho, é cremoso e eu achei ele beem lindinho. Mas sério, não sei dizer se ele tem fundo azul, roxo ou verde (¬¬ nhé, classificar cores não é comigo, gente, sorry.). Sei que é um rosa mais usável que o Power ou Narcissus, por exemplo.
Power - Definitivamente, meu batom favorito pra night. Esse eu sei que tem um fundo azulado, mas só porque li em algum lugar que ele é primo pobre do Snob da Mac. Quem não tem Snob vai de Power, hahaha. Ele tem uma boa cobertura e parece uma pomadinha também. Mas por ser muito cremoso, vale a pena passar menos, pois senão fica esquisito.
Narcissus - Olha, dizem que ele é primo do Pink Noveau. Mas olhei o PN de perto e não achei não. Achei o Dailus mais parecido. Ainda não sei se gosto dele, ou se vou colocá-lo para trocas.
Baby Pink - Rosa muito claro com brilhinhos discretos. Nhá. Olho pra ele e até penso em usá-lo...Mas não acho que tenha ficado bom em mim. Ele me lembra muito batons que já usei, beeem no início do vício. Enfim.
Harmonica - Na foto, ele parece com o BP, mas ao vivo é mais claro. Ele faz parecer a mortícia, sem cor, hahahaha, só brilho. Não gosto muito e não conheço ninguém em que tenha ficado bem. Talvez dê pra usar misturado com outra cor, ou com gloss.


Fusion - Juro que achei que ele seria um roxo power, mas nem é. Gostei, mas ainda não sei com que make combinar.
Chloe - Também achei que seria mais roxo. Se você é generosa na camada, ele fica mais chamativo. Assim como o Fusion, tem que dosar na make dos olhos, se não fica aquela coisa, whorefeelings total.
Castle - Ele NÃO é rosa. É lilás. Com brilhinhos. Parece com um Koloss Teen que tenho. Uma pena, quando comprei, pensei que era lilás cremoso, meu sonho de consumo.
Iris- Ele é um nude com brilhinhos bem discretinhos. Li em algum lugar que ele era feio(depois de ter comprado) e quase troquei. Ainda bem que não...adorei, achei super bonitinho.
Circe- Eu não passei corretivo na boca. É a cor dele. Taí, sem querer, achei um nude pefeitão. Vamos ver como funciona com o olho preto. Mas ele realmente lembra um corretivo, apaga totalmente a boca. Se bem que a minha boca pra sumir...(livtylerfeelings, ¬¬)
Agora os glosses... Confesso que com eles rolou uma decepção. Não são muito melequentos, mas são ruins de uniformizar. E os que tem brilho parecem ter sido misturados com glitter. Daquele que usam pra pintar a globeleza, bem grossos. Aff.


Dolly Pink - Ele é bem rosa na embalagem, mas na boca some e só deixa os seus glitters. Parecem pedras. Não gostei.
Soap Opera Queen - Comprei pelo nome, achei super lindo.(sou fissurada em rainhas, ok? hahahaha) Gostei da cor, não tem as pedras de glitter...Meu favorito.
Peach - Comprei pensando em usar nos dias em que quiser aparentar ser discreta. Pena que vem cheio de terra gliterada dentro e incomoda.
Vamp Red- Why? Por que? Se eu soubesse falar outras línguas, colocaria aqui também. Eu cismei que queria um gloss com uma vibe gótica. Ele tem uma cor bonita, nada usável no dia-a-dia, mas...O problema é acertar a cor. Você passa de um lado e fica legal, mas do outro, fica uma titica. Passa outra camada e fica um buraco no meio, sem cor. Se passa de novo, cobre o meio e abre um buraco no lado esquerdo. Vai consertar, o buraco do meio volta. E por aí vai. E quando vê, ele tá escorrendo pelo excesso de produto nas beiças. É. Sentiu o drama, né?

Eu recomendo muito os batons. Os glosses nem tanto. Ainda estou de olho em outros batons, como o Eros, que parece ser um vermelho lindo de morrer.

Ah, para quem quiser comprar, na Cherry Culture e na Nonpareil Boutique tem para vender, por $1,75. Baratinho. A CC eu já conheço e nunca tive problemas para comprar lá. Já a NB, eu nunca comprei nada lá. Mas já vi resenhas sobre a loja dizendo que é confiável.

Beijinhos!

sábado, 30 de janeiro de 2010

Consumir?

Que todas nós adoramos comprinhas, não temos dúvidas. Mas quando o consumismo passa de agrado ao Ego para algo que é prejudicial? "Ah, mas isso é tão baratinho!" "Tá tão em conta...e vai ser algo que vou usar muito" "Ah, mas parcela em 5 vezes sem juros!!!" "Ah, tudo dá tão errado pra mim, pelo menos eu me dou presente, né?". Quantas vezes você já disse ou ouviu alguma amiga sua falando alguma dessas frases ou qualquer outra que nada mais nada menos que uma desculpa para consumir algo que não precisamos?
Eu já tive problemas sérios com gastos excessivos. Fiquei com dívidas que não podia arcar, e um dos principais culpados (além da minha falta de auto-controle) foi o cartão de crédito. Eu tinha uns três diferentes, além dos cartões de todas as lojas (Renner, C&A, Riachuelo, Marisa...). No final do mês, era mais gasto do que renda. E sempre deixava de pagar um ou outro cartão, pagava só o mínimo. #fail
Na época, eu estava passando por uma situação delicada, problemas pessoais. E toda vez que me sentia deprimida, ia na rua e gastava um pouquinho. Voltava felizinha pra casa...até chegar a fatura. E não comprava grandes coisas, mas sim pequenas, várias vezes. Essa era minha estratégia para me convencer que não havia problema gastar mais um pouco...
Eu tenho um problema em controlar meus impulsos, principalmente quando tem muitas coisas baratinhas e coloridas. E durante minha terapia, eu discutia isso com minha terapeuta, pois apesar de reclamar constantemente da minha falta de dinheiro(que as vezes me impedia de ir pra terapia), eu sempre tinha algo novo comprado. Ela me propôs que eu só saísse e comprasse o que fosse necessário e que sempre que eu visse algo que eu "precisava muito" comprar, que eu andasse por toda loja, e pensasse nas minhas contas, no que eu ainda tenho que pagar...E ficasse andando até a vontade, o impulso passar. E funciona.
Mesmo assim, eu já me enrolei muito duas vezes. Todas vezes eu estava em momentos complicados da minha vida. E no final, apesar de comprar ser bem legal na hora, as consequências não eram tão legais assim. Ter seu nome sujo, cartão bloqueado, cobranças...Tudo poderia ter sido evitado com um pouco mais de auto-controle.
E nós mulheres somos ótimas em fazer essas coisas. Sempre pensamos: ah, tem problema não, é tão baratinho...É só três reais (três é um numero místico pra mim. Adoro tudo que é três real hahahahaha). "É tão pouquinho, eu mereço", ou a minha favorita: "Poha, ralo pra caramba, tenho direito de gastar comigo mesma!". Sim eu tenho. Desde que minha conta não venha gigante no cartão e eu não me ferre toda pra pagar. Porque aí a alegria vai embora dando lugar à raiva, à decepção, à preocupação.
Precisei de muito esforço para não cair na armadilha do comprar compulsivo. Escorrego ainda, mas já consigo me controlar bem mais, tanto que estou com o cartão internacional e ainda não me afundei em dividas. Só algumas comprinhas cuidadosamente calculadas. Tenho dado preferência ao débito e pagamento a vista, sem parcelamentos infindáveis(5 vezes sem juros foi minha frase favorita por anos). E sempre que eu vejo algo "muito lindoooo" eu penso se é algo que eu não posso viver sem. Tem que ter o "fator uau", sabe? E mesmo assim, eu ando pela loja, pensando em todas as situações em que usaria aquilo. E sabe, na maioria das vezes percebo que não vou usar tanto assim. Ou que nem combina tanto comigo. As vezes, experimento duas ou três vezes para ter certeza.
O que ainda me mata são essas comprinhas pequenas...Tipo esmaltes. Mas quando eu vejo algo que eu realmente gostaria de comprar e não posso porque comprei esmaltes demais, eu digo pra mim: Bem feito, Val. Bem feito. Agora, senta e chora.
Eu ando meio triste...Não tenho mais nada de make que eu realmente precise comprar...Agora é tudo excesso. :P

Beijinhos,

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Compras na Cherry - A saga.

Nhé, idéia de besta comprar coisas pela internet em pleno fim de ano. Burraaaa!
Mas, inspirada pelo décimo-terceiro amigo, e como Dezembro é o mês do meu aniversário, resolvi me fazer uns mimos na Cherry Culture, pois minha primeira compra lá foi tranquilíssima.
Confesso que nem tinha nada que eu quisesse absurdamente, com exceção das paletas lindas da Nyx(mas com uma paleta de 120 cores em casa, para quê mais paletas giga que não são práticas? Não!) Fiquei dias fuçando o site atrás de coisas que eu gostasse. Acabou que meu pedido foi de lápis de olhos (estavam em promoção a $0.50) coloridos, inclusive uns metálicos que vou usar pra fazer delineado nos cílios inferiores pra contrastar com a make dos olhos e também pra quando for trabalhar e não estiver com saco de usar sombra, né? Três batons Nyx (to viciadissima nesses batons...mas acho que alguns vão pro desapego, hehehe. Vou postar sobre eles ainda essa semana.), três glosses da Nyx também(eu tentei abandonar os glosses, mas na boa...adoro. Pena que não achei o tom de rosa que eu gosto, nhé) e a eyeko big eyes, que lá estava mais barata que no site da marca. E também uma paletinha de sombras básicas pra carregar na bolsa.
Na época, tive 20% de desconto no pedido total, e acho que paguei 35 doláres com frete já incluso. O que eu tava loucaaa mesmo querendo era a Big Eyes. Se eu tivesse comprado na Eyeko, teria gasto menos, pois não compraria mais nada além dela e não pagaria frete. Mas também não teria um monte de coisas novas pra testar (deixa eu me convencer disso agora, pra não ficar com dor na consciência...se é que ainda tenho isso ¬¬).
Todo processo da loja é super rápido. Não tenho o que reclamar deles. Uma vez confirmado o pagamento, eles embalam e postam tudo em dois dias no máximo. Na primeira vez que comprei, foram nove dias entre comprar, confirmar, postarem e eu receber aqui em casa. Mas dessa vez, não.
Comprei dia 24/12. Eles postaram 29/12. E eu recebi 26/01. Imagina a ansiedade, pensando no pior: meu pacotinho ter se perdido, sido roubado por traficantes de maquiagem cariocas, ou sei lá. (Aihn, tem muito carregamento dos correios que é roubado, tá?). Ou podia ter sido taxado.
Mas ontem de manhã o tio da kombi dos correios entregou minha caixinha de "artigos de arte", como veio descrito. Arte é mesmo, né? :P Veio tudo direitinho, mas da outra vez eu ganhei um brinde, coisa que não ganhei dessa... Bad Cherry, really bad. ¬¬
O que chegou aqui foi isso:



Os batons da Nyx são lindos, e um deles, o Circe tem o efeito de corretivo na boca. Beem legal. Vou organizar todos os swatches de batons e glosses da Nyx e postar aqui.
Bom, agora só faltam 4 pacotes. Ai ai. Inclusive meu Zero da UD.

Beijinhos,